Mulher
 

Com a forma como a qual o Cristianismo no geral idealiza a mulher, idealização está que abortou a imagem feminina como sendo fonte de todo o pecado ligado a sensualidade.

O Islam instituiu a co-responsabilidade nestas questões, por outro lado o Alcorão Sagrado exemplifica em mais de uma passagem que a relação dos humanos com deus se constitui na fé e nos atos realizados neste plano existencial.

Transmitindo uma mensagem de equitatividade nunca antes presente em nenhum outro livro Sagrado (Bíblia ou Tora), diz Deus no Alcorão Sagrado:

''A quem praticar o bem, seja homem ou mulher, e for fiel, concederemos uma vida agradável e premiaremos com uma recompensa, de acordo com a melhor das ações.'' (Alcorão Sagrado 16:97)

''Quanto aos muçulmanos e às muçulmanas, aos fiéis e às fiéis, aos consagrados e às consagradas, aos verazes e às verazes, aos perseverantes e às perseverantes, aos humildes e às humildes, aos caritativos e às caritativas, aos jejuadores e às jejuadoras, aos recatados e às recatadas, aos que se recordam muito de Deus e às que se recordam d’Ele, saibam que Deus lhes tem destinado a indulgência e uma magnífica recompensa. '' (Alcorão Sagrado 33:35)

A Mulher no Islam

- - - - - - - - - - - - - - - - - - -
A Mulher no Alcorão e na Sunnah   
- - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - -
O Significado do HIJAB  
- - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Volta ao topo

 
 

Seja homem ou mulher que cumprir os cinco pilares ''práticas'' do Islam terá a sua recompensa como diz Deus no Alcorão Sagrado:

''Ó humanos, em verdade, Nós vos criamos de macho e fêmea e vos dividimos em povos e tribos, para reconhecerdes uns aos outros. Sabei que o mais honrado, dentre vós, ante Deus, é o mais temente. Sabei que Deus é Sapientíssimo e está bem inteirado. '' (Alcorão Sagrado 49:13)

Pode se deduzir portanto que o Alcorão Sagrado tenciona estabelecer o equilíbrio entre o homem e a mulher, nunca precedendo um em detrimento do outro.

Invariavelmente para cada homem piedoso o Alcorão Sagrado cita com igual estima uma mulher piedosa.

Os casos das esposas de Abraão e Adão e das mães de Jesus e Moisés (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre eles), exemplificam está tendência.